quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

OS PORTUGUESES VÃO VIVER MELHOR EM 2009

Esta foi a afirmação, a determinada altura, dada pelo PM e repetida na última entrevista à SIC.
O petróleo baixou de preço, o Governo criou condições para que baixassem as taxas de juro, trá lará, lá lá…
Vou confessar-vos um segredo, mas não digam a ninguém: o Governo está a negociar com o BCE para baixar novamente as taxas de referência! Caluda! Nada de abrir o pio!
Os portugueses vão viver melhor, com a excepção de 525 mil que estão ou irão para o desemprego.
Depois do “contador -mor” ter anunciado que o país estava em recessão, o ministro das finanças, Teixeira dos Santos, veio dizer que pelo menos 90 mil pessoas podem cair no desemprego em 2009.
Como sempre, estes serão os números oficiais, porque estão sempre excluídos, os que já não beneficiam do subsídio de desemprego, mais os 400 mil portugueses a trabalhar com recibo “verde”, e os que desistiram de estar inscritos no IEFP.
O Governador do Banco de Portugal, o “contador -mor”, sobre as previsões económicas disse: “são as mais negativas até agora publicadas sobre a economia portuguesa”.
O PM já nos habituou a que seja o “contador- mor” a dar as notícias. Até parece que é “empregado” do Governo. Foi o mesmo, a quem foi encomendada a notícia sobre o défice, em 2005, de 6 vírgula não sei quantos!
Mas, não se fica por aqui e, em 2010, haverá mais desemprego.
Ou seja, lá para 2010, teremos entre 11 a 12 por cento dos portugueses no desemprego.
A dificuldade está em entender como é que os portugueses vão viver melhor, no desemprego!

« Multum interest inter otium et conditivum. » [Sêneca, Epistulae Morales 82.3] Há grande diferença entre o sossego e o túmulo.

5 comentários:

Anónimo disse...

Infelizmente o desemprego vai aumentar e vamos ver cada vez mais gente na miséria.

Professor disse...

Infelizmente, o anónimo tem razão!É mesmo preocupante...

RValle disse...

Mas posso garantir ao Senhor Professor e ao Anónimo, que os politicos e todas as claques e qliques que os rodeiam, não vão para o fundo,de desemprego, pois para essa escumalha toda, nunca vão faltar os lugares e bons. Se o "Botas" cá viesse agora, partia 1 min depois.

Anónimo disse...

Com o homem das "botas" houve sempre orçamentos equilibrados e não pediamos dinheiro ao estrangeiro. E nunca tivemos esta brutalidade de gente no desemprego.

Anónimo disse...

aumenta o desemprego, aumenta a violencia, aumenta a pobreza, aumenta a falta de união dentro do psd, aumenta o comodismo e aumenta a barriga do socrates. Tudo isto vai acontecer em 2009 se NÓS, não formos votar. Temos de ir votar, nem que seja cada membro da familia vota num partido aliatoriamente para evitar maiorias ditaturiais e pormos os politicos à Xapada uns com os outros.